domingo, 3 de junho de 2007

Irreverência




Irreverência
Andréa Motta

Na boleia do vento
do sul ele veio prematuro.
Inundou o verão
18.02.07

5 comentários:

carlos assis disse...

o vento é muito esperto
não se consegue pega-lo
ele se esconde
de nossas mãos pequenas

eu já vim e já vou
deixou um pouco de mim
e um tudo de bom

Olinto disse...

O que é belo deve ser multiplicado,
Pluralise-se mulher poetiza,
Sem medo do que escreve ser copiado,
Pois a poesia mostrada, se eterniza.

O Micróbio II disse...

Não pude deixar de vir espreitar... continuas a surpreender! :-)

Anna Elisa disse...

Se te pedir um helpzinho inspirou-te a criar outro blog ajardinado, acho que vou-te pedir ajuda mais vezes! rs
Ficou bem legal, marida!
E os poemas... bah, preciso comentar?
Bjokas e boa semana
lis

lisieux3 disse...

Se o fato de eu te pedir um helpzinho te inspirou a criar outro blog "ajardinado", acho que vou pedir-te ajuda mais vezes! rs
Ficou muito legal, marida.
Quanto aos poemas... bah! Preciso comentar?
Bjokas e excelente semana
lis