sexta-feira, 4 de abril de 2008

Corda d'agua



corda-d'água
Andréa Motta


Feito carícia inédita
a chuva rege
o pensamento

Arma, edita
limpa com água
os chaminés do corpo

Afasta a poeira
deleta o que não
pertence ao velho ator

faz guerra
depois cura
com voraz salinidade
a revolta costeira

e acalma no ventre
os sons da memória

Um comentário:

adam brown disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.